Marketing: o desafio dos profissionais da área durante a crise

0

A pergunta é: marketing é gasto ou investimento? Se você ainda opta pela primeira opção não deixe de ler esta matéria até o final, para conhecer a história profissional de Henrique Sotere, gerente de Marketing e Vendas da Incorporadora Patriani, de São Caetano do Sul, que opera em um dos setores mais afetados pela crise econômica atual. Para a Patriani, empresa jovem operando o quarto ano de atividade, o marketing é um dos pilares de sustentação do negócio e a crise econômica pela qual o país atravessa, tem servido para confirmar a convicção da empresa.

patriani_edicao_um_montagem

Ação de gente grande: revista para se relacionar com clientes

À frente do departamento de marketing e vendas, Sotere chegou à empresa no final de 2013  e com o aval do fundador da companhia, Valter Patriani, homem forte na CVC Viagens e  reconhecidamente um profissional arrojado em matéria de marketing e vendas, ele tem  aproveitado para colocar toda a criatividade em favor do negócio que representa. “Na alta,  o marketing do mercado imobiliário costuma se resumir na produção de material de  divulgação, pois o cliente está acessível. É agora, no momento de crise, que o marketing, em  fina sintonia com as necessidades de vendas, tem de exibir preparo para minimizar os  possíveis danos que a retração econômica pode provocar nas metas desejadas”, afirma  Sotere. Segundo o gerente de Marketing e Vendas da Patriani, desde o primeiro ano de vida  a Patriani tratou o marketing como se já fosse uma grande empresa. Isso, explica o executivo,  despertou logo no começo do negócio o sentimento de tradição e confiança por parte do cliente. “O  que fizemos foi sustentar este sentimento com ações conexas, entregando produto de  qualidade com preço competitivo”, diz o executivo.
 Colheita na crise – E o que uma empresa com atitudes arrojadas no marketing colhe no  momento de crise? Sem dúvida, colhe, no mínimo, menos danos ao negócio. Segundo Sotere, a exemplo  de seus pares de mercado, a Patriani registrou alguns distratos de compra de apartamentos. Porém, pode usufruir do retorno de seus investimentos na concepção de bons produtos em excelentes localizações e com preços competitivos, assim como no cuidado com a construção da imagem de marca. Resultado: o estoque de unidades da construtora, que já era baixo, não aumentou porque foram  feitas negociações imediatas com compradores capitalizados, que aguardavam oportunidades melhores de aquisição de imóvel.

PatrianiAPP

APP: marketing de vanguarda

“Como ganho neste momento, registramos a entrada de mais recursos no caixa, pois renegociamos com clientes que tinham valor de entrada muito maior e que assumiram prestações até 100% acima do que aqueles clientes que precisaram solicitar o distrato em consequência da crise”, informa Sotere. Porém, tal manobra proveitosa por parte da empresa só foi possível porque, além de ter bom produto, trabalhou desde o início o marketing da marca com criatividade, lucidez e maturidade comuns às grandes companhias. Este ano, a Patriani terá lançamentos no ABC e no interior do Estado mantendo a engrenagem do crescimento ativa. E quando fala de marketing a Patriani não exclui nem um dos públicos que entende ser essenciais para o seu negócio. Os corretores ou consultores imobiliários são tratados com honrarias de cliente, pois, segundo Sotere, são eles que precisam “comprar” o produto em primeiro lugar, para que possam ganhar eficácia na argumentação de venda. “Para o marketing ser bem sucedido, além de criatividade, é preciso gostar de pessoas e observar seus hábitos para desenvolver produtos e ações que as satisfaçam”, ensina o gerente de Marketing da Incorporadora Patriani.

LIVING R03

Plantas criativas e acabamento de qualidade aliados a preço justo garantiram baixo estoque no crise

Compartilhe.

Deixe um Comentário