Pele: o ‘milagre’ da renovação celular durante o sono

0

Você já deve ter ouvido falar que é durante o sono que a pele faz a renovação celular, independente do uso de cosmético. Mas você sabe como funciona esse processo? A renovação celular ocorre ao longo de 28 dias em média em uma pele saudável. Podemos considerar que temos uma pele “nova” a cada mês! Durante o sono, temos a produção de hormônios e antioxidantes naturais que participam ativamente na qualidade da pele. “Uma boa noite de sono é fundamental para que estes fenômenos ocorram”, explica Sara Bentler Vanzin, farmacêutica, bioquímica e cosmetóloga da PharmaSpecial. “Mas como é impossível prever uma ‘boa noite de sono’ ou o sono de qualidade, o uso de cosméticos à noite continua indispensável e neste caso, o objetivo não se limita apenas a ter uma renovação celular: a pele responde muito bem com produtos que são aplicados antes de dormir”, completa.

Por que usar cosméticos à noite
“A pele costuma responder muito bem em virtude de termos o relaxamento e a ausência da luz solar. Renovadores celulares, hidratantes, entre outros produtos, são indispensáveis de serem usados antes de dormir, também por este motivo. Lembrando que, antes de dormir, no banho, perdemos a hidratação natural da pele. Assim, sua reposição é fundamental”, acrescenta. “Quem tem o hábito de dormir com cosméticos, percebe no dia seguinte como a pele está bonita; é notório no dia seguinte quando este ritual é esquecido.”

passandocreme

O estado de relaxamento e a ausência de luz potencializam o cremes à noite

Mais benefícios do sono
Segundo Sara, durante o sono também produzimos glutationa, antioxidante natural responsável pelos mecanismos de defesa contra radicais livres e que participa ativamente na renovação celular para boa aparência da pele. “Sua função é justamente promover uma ‘varredura’ no que há de ruim e estimular substâncias importantes para nossa defesa”, destaca.

O que usar?
A profissional argumenta que não dá para contar apenas com a nossa fisiologia. Por isso, o ideal é apostar no uso de renovadores celulares, antioxidantes, antiglicantes, hidratantes, todos estratégicos e essenciais de serem aplicados antes de dormir. “Eles também eliminam toxinas e fazem uma blindagem contra novas agressões. O incrível disso é o resultado a curto prazo. É como se a pele estivesse aguardando por eles.”
Ativos manipulados: em quais investir?
“Como ativo renovador celular, destaco a Opala Powder; de origem francesa, ele traz o conceito europeu de renovação celular, não descamando a pele em placas ou promovendo eritema. Opala Powder, quando aplicado sobre a pele, emite a todo instante ondas sonoras que estimulam a renovação celular de dentro para fora. Ou seja, tem o poder de um ácido desconsiderando o risco de provocar manchas ou sensibilidade”, enfatiza Sara.

mascara

O mercado tem constante lançamentos com tecnologias inovadoras

“Como ativo antioxidante, é a vitamina C. Recentemente foi lançado no mercado a Nanofactor C, uma tecnologia que agrega os benefícios da vitamina C com os incríveis fatores de crescimento”, pontua. A profissional ainda destaca o ativo antiglicante Resistem, que promove “conceito atual de defesa da pele e eliminação de toxinas ao aumentar as suas defesas naturais.” E como ativo hidratante, a farmacêutica sugere o Revidrate. “Ele imita a estrutura química do nosso fosfolipídeo natural fosfoesfingosina e a cria reservas de água na pele. Testes comprovam que após dois meses de uso podemos ficar 7 dias sem usar o produto que a pele continua hidratada. A aplicação imediata de revidrate permite a ‘selagem’ da pele, tirando aquele aspecto de aspereza e descamação”, finali

AmareloPitanga

Compartilhe.

Deixe um Comentário