Pilates põe fim às dores crônicas, afirmam praticantes

0

Quando o alemão Joseph Pilates criou a técnica de exercícios que empresta seu sobrenome, por volta de 1920, ele apenas queria poupar seu corpo do sedentarismo causado pelo confinamento de guerra. Porém, o que ele não sabia é que seu invento se transformaria em uma das técnicas de sucesso para o combate às dores do homem moderno. Em São Caetano do Sul, desde que os chamados Studio Pilates chegaram ao Brasil, um sem número de espaços dedicados a esta prática de exercícios se instalaram na cidade com a promessa inicial de trabalhar o fortalecimento muscular. Hoje, entanto, é cada vez maior o número de amantes desta prática que buscam alívio para dores crônicas, com melhora significativa da qualidade de vida. O ortopedista do Hospital e Maternidade Dr Christóvão da Gama (HMCG), Paulo Apolonio, afirma, por exemplo, que, para dores lombares o alongamento e o fortalecimento abdominal proporcionados pelo pilates, são excelentes auxiliares no tratamento das dores. Mas alerta:  “a atividade só deve começar após o controle da crise inflamatória”.

Innovare2

A dentista Ana Luísa retomou a força nos braços

A dentista Ana Luisa Stringari, após 18 anos na profissão, foi  afastada pelo médico por conta das fortes dores que já impediam os  movimentos dos braços. “Eu tinha escoliose e consequente  pinçamento do nervo do braço. Com isso, passei a perder força e ter  os movimentos, essenciais para minha profissão, prejudicados”,  conta Ana Luisa. Além das intervenções terapêuticas da medicina,  ela buscou ajuda no pilates. Após três anos praticando os exercícios  regularmente na studio pilates Innovare Bem-Estar  (www.facebook.com/InnovareBemEstarOficial), Ana Luisa está  livre das sessões de fisioterapia e dos medicamentos, além de  realizar excelentes movimentos nas aulas. “Eu tinha medo de não  me adaptar, porque sou muita ativa e achava que o pilates fosse  monótono. No entanto, recuperei a qualidade de vida e descobri  prazer na atividade”, conta Ana Luisa. O studio Innovare Bem-Estar  funciona há sete anos na cidade, oferece três estúdios completos,  além de equipamentos diferenciados como o CoreAlign e o TRX e  sala fitness com esteira e bicicleta

Um desgaste severo da cartilagem dos dois joelhos, doença  conhecida como condromalácia patelar bilateral, fez Leandra Rossi Pancioni suspender os treinos de corrida há dois anos. “Comecei a correr com treinador e logo apareceram as dores insuportáveis e permanentes, que me fizeram parar as corridas”, conta Leandra. Após pesquisar a origem de tanta dor com alguns médicos, recebeu o diagnóstico e junto, a ordem de interromper os treinos.

StudioPilates

Fim das dores crônicas nos joelhos de Leandra, após a prática do pilates

Porém, ortopedista e treinador foram unânimes: “procure tratamento complementar no pilates”. Segundo Leandra, aluna no Studio Brasil Pilates (www.facebook.com/studiobrasilpilates), o próprio treinador se submeteu a uma aula para testar a qualidade da aplicação da técnica. Após um ano e meio fazendo aula duas vezes por semana, Leandra já está de volta aos treinos, retomando com trotes e livre da dor crônica. “Eu chorava de dor, mais por ser ininterrupta e vivia à base de anti-inflamatórios e analgésicos. Além de eliminar minhas dores, o pilates contribuiu muito para o meu alongamento”, afirma Leandra. Segundo a fisioterapeuta Daiane Martins Silva, nove entre dez pessoas que procuram o Brasil Pilates têm alguma patologia. “A principal é de coluna, mas temos recomendações vindas de ginecologistas, cardiologistas e também pode ser praticado por gestantes”, informa Daiane. Ela afirma que, por conta da diversidade de queixas de dores, as aulas são programadas para atender a necessidade individual dos alunos.
E não é apenas contra dores crônicas que o pilates vem ganhando espaço como atividade física multifuncional. A ex-jogadora de vôlei Simone Garcia Lima já havia tentado se adaptar a vários tipos de atividades físicas depois que deixou o esporte. Mas não se adaptava com nada. Porém, as dores nas costas causadas pelo sedentarismo surgiram e, em seguida, uma pré-eclâmpsia – doença grave vascular – a obrigou retirar a veia safena. “Hoje, simplesmente, não vivo sem pilates e pratico quatro vezes por semana”, afirma Simone, aluna do VillaFit Studio Pilates e Fisioterapia (www.facebook.com/villafitstudiopilates).

VillaFit

A fisio Fernanda cuida de Simone quatro vezes por semana

O motivo de tanta paixão pela atividade é que com o pilates, Simone percebeu grande melhora no sistema circulatório, assim como viu o fim das dores nas costas. Segundo afirma, até mesmo crises de ansiedade ela passou a controlar em casa, usando as técnicas de respiração e concentração aprendidas em aula.
A fisioterapeuta e diretora da VillaFit, Fernanda Cervera, o pilates é mais do uma atividade física. “A técnica proporciona tantas mudanças a partir da consciência corporal, que acaba por despertar para um novo estilo de vida e muito peculiar ao que praticamos em aula, como melhor postura, respiração pausada e concentração nas ações.
Quando o aluno percebe, tudo isso já faz parte da vida dele”, afirma Fernanda. O VillaFit também oferece tratamento estético e de fisioterapia com aparelhos e RPG.

Mais do que uma modalidade de trabalho corporal, o pilates ganhou espaço como técnica coadjuvante no tratamento de combate a dores e também na reabilitação de pacientes com sequelas de AVC (Acidente Vascular Cerebral), Mal de Parkinson, ELA (Esclerose Lateral Amiotrófica) e até em pós-cirúrgico. O método se baseia em exercícios de força e mobilidade, realizados com consciência corporal e utilizando princípios como concentração e respiração e precisão dos movimentos. Mais informações: Innovare Bem-Estar: 4221-9556 Studio Brasil Pilates: 2376-9542 VillaFit Studio Pilates e Fisioterapia: 3479-3101.

 

 

Compartilhe.

Deixe um Comentário