Pilotos de São Caetano roncam os motores na final do SuperBike Brasil

0

Quem curte a adrenalina da velocidade, não pode perder a final do SuperBike, maior Campeonato  de Motovelocidade das Américas, neste domingo, 4, no Autódromo de Interlagos e aproveitar para prestigiar pilotos da região do Grande ABC, entre eles Daniel Toloni e Fabio Nallin, de São Caetano do Sul, e Maurício Paludete, o Lingüiça, destaque da categoria de elite SuperBike, e que tem patrocínio da Tecnimed Implantes Ortopédicos, empresa da cidade. Os pilotos do ABCD Paulista prometem acelerar forte na grande final do SuperBike Brasil. A região tem representantes nas principais categorias do Campeonato Brasileiro de Motovelocidade e inclusive já garantiu, antecipadamente, o título numa das classes intermediárias. “Sempre gostei de correr de moto e desde 2009 participo de competições oficiais”, diz Lingüiça.

mauricio

Linguiça: com apoio de empresa de SCS, piloto está entre os favoritos

 O piloto de 41 anos, da cidade de São Caetano do  Sul, parte para a última rodada do campeonato com  o objetivo de superar as adversidades e encerrar o  ano da melhor forma possível.  Atualmente  ocupando o 23º lugar, com oito pontos, Mauricio  perdeu algumas etapas por dificuldades de  patrocínio e agora vem com força máxima para a  final. “Acredito que esta última etapa irá ser um  show tanto por parte dos pilotos quanto de público.  Será um espetáculo muito bonito de se ver”, ressalta  o piloto, vice-campeão Paulista em 2011. Enquanto isso, pela SuperBike Pro Amador o título  ainda segue em disputa e há chances de o troféu  ficar em São  Caetano do Sul. Fábio Nallin (#47), da  equipe Misano  Racing Team, ocupa o segundo lugar  na tabela classificatória com uma distância de 27 pontos para o líder e uma vantagem de sete pontos para o terceiro colocado.

O piloto, que subiu de categoria neste ano, fez uma grande campanha e ficou sempre entre os mais rápidos. Ao todo foram oito pódios, dentre eles uma vitória e três segundos lugares. Nallin comenta que o objetivo para esta temporada era o de ser o mais competitivo possível e seguir evoluindo sua carreira no esporte. “Vejo que o plano foi alcançado. Afinal, faltando apenas uma rodada para o encerramento me mantenho na 2ª colocação”, salienta Nallin. Agora, o piloto de 39 anos parte para a última etapa com duas baterias em disputa e 50 pontos em jogo. Para ser campeão, além de garantir o lugar mais alto do pódio, Nallin precisa torcer pelo tropeço do atual líder, o piloto Jeferson Marchesin Friche , da equipe HG Motos Racing.

fabio

Fabio Nallin segue firme para vencer o atual líder, Jeferson Friche

E a promessa é de um novo pega eletrizante. “A grande final será bem emocionante e disputada. Diversas categorias, inclusive a que participo, estão sem campeão definido, levando a disputa para esta etapa com rodada dupla. Isso mostra que o campeonato conta com pilotos de alto nível. Público e amantes da motovelocidade podem esperar grandes pegas no próximo domingo”, promete Nallin. Na mesma equipe, Daniel Toloni, da Misano Racing Team, complementa a participação do ABC Paulista na categoria SuperBike Pro Amador. O piloto de 41 anos, morador de São Caetano do Sul, recupera-se de uma queda sofrida na última etapa, em Goiânia (GO), e espera alcançar um bom desempenho correndo em Interlagos, mesmo sem estar 100% para a final. Toloni vem na sexta posição do classificatório e obteve um terceiro lugar como melhor resultado neste ano. “Corria na rua e a partir de 2013, optei por participar de campeonatos por ser mais seguro e estimulante. Tivemos boas colocações com pódios, além do fechamento de uma parceria importante com a empresa Motul como patrocinadora”, avalia Toloni. Já entre as motos de 600 cm³ de cilindrada da SuperSport, Osvaldo Jorge Filho ‘Duende’, da Duende Racing, representa a cidade de São Bernardo do Campo.

osvaldo

Duende, da Duende Racing, representa São Bernardo na disputa

O piloto de 37 anos, que se divide também nas funções de mecânico e proprietário da equipe, ocupa a nona posição do classificatório geral com 49 pontos numa das categorias mais disputadas do SuperBike Brasil e que neste ano, inclusive, passou a contar com a participação de Eric Granado, a maior fera recente do motociclismo brasileiro. “Para mim esta temporada foi espetacular. Com grids de 40 pilotos, sou o único que tem a preocupação de cuidar das motocicletas da equipe, além da minha, e competir. E ainda assim estou no grupo do Top 10, sendo que à minha frente só tem competidores bem mais jovens e com experiência no exterior. Então para mim, isto tudo significa um primeiro lugar”, ressalta o piloto. Quem já está comemorando o título antecipado é Valter Rubino, que também integra a equipe Misano. O piloto de São Caetano do Sul provou que idade não é determinante para se romper barreiras e superar desafios. Aos 60 anos, Valter conquistou o campeonato na categoria Copa Kawasaki Ninja 600 Master, exclusiva para pilotos com mais de 45 anos. E para a grande final, em Interlagos, promete seguir acelerando forte.

valter

Aos 60 anos, Valter, o Tigrão, é exemplo de idade não é limite para vencer

“Minha expectativa é fazer as duas corridas de forma bem consciente, procurando errar o menos possível e tirando tudo de potência da moto. Espero estar no pódio nas duas provas e concretizar a conquista do titulo Brasileiro tão esperado e almejado”, declarou o piloto, que estreou nas pistas somente 2010 na tradicional prova da 500 Milhas de Interlagos.  A 9ª e decisiva etapa do SuperBike Brasil será disputada neste domingo (4) e pela primeira vez realizada no Autódromo de Interlagos, em São Paulo. Assim como na rodada anterior, as duas categorias principais – SuperBike e SuperSport – terão duas baterias em disputa. A programação inicia nesta sexta-feira com os treinos livres. No sábado, os pilotos voltam à pista para as sessões classificatórias que definem a ordem dos grids de largada. Já no domingo, o clima esquenta e chega ao seu ápice com as corridas que irão definir os campeões da temporada 2016. Os ingressos para as arquibancadas são gratuitos e podem ser retirados nos endereços abaixo. Já as entradas de paddock, que dão acesso exclusivo à área dos boxes, custam R$ 40 e são vendidas pelo site Ticket Fácil (ticketfacil.com.br/eventos/superbike).

SÃO CAETANO DO SUL – Motoroda: Av. Goiás, 1980 – (11) 4227-8900
DIADEMA – Marquinho Diadema: Av. Fabio Eduardo Ramos Esquivel, 811 – (11) 4941-9003
SANTO ANDRÉ – Paulinho motos: Av. Dr. Ademar de Barros, 68 – (11) 4437-2323
SÃO BERNARDO DO CAMPO – Duende Racing: Rua Votorantin, 739 – (11) 2598-7800

 

Compartilhe.

Deixe um Comentário